Follow by Email

quinta-feira, 31 de maio de 2012

meu aniversário em são paulo

olha o mar de prédios
são paulo à noite
sanduiche de mortadela huuuummm


vou comemorar meu aniversário de 41 anos em são paulo....e por que são paulo? porque eu sou apaixonada por aquela cidade....- ah, mas é porque você não mora lá, já me disseram ...pode até ser...a gente sempre sente uma atração por aquilo que está fora do nosso alcance, não é? nasci no rio grande do sul e quase morro de banzo todos os dias...vou para a praia do cassino todos os anos passar minhas férias...não consigo me afastar de lá, das pessoas, do clima, do jeitinho de ser....outra cidade em que me sinto em casa é buenos aires...se existe reencarnação, na passada fui portenha, dançarina de tango que cambaleava embriagada de vinho ao voltar pra casa em la boca, no caminito...certeza. e são paulo, é são paulo...a primeira vez que estive por lá eu já era balzaca, tinha 30 e poucos anos...e mesmo já tendo conhecido muitos lugares legais eu me deslumbrei com aquele mar de concreto...pra onde se olha tem prédio...de dentro do avião é aquela coisa: tem prédio até onde a vista alcança...é tudo tão movimentado...e as coisas funcionam...se você precisa se deslocar de um lado para o outro, não é como aqui em brasília que ou você tem carro ou tem carro e se estressa pra dirigir entre pessoas sem noção, e quase mata um na hora de pegar uma vaga no estacionamento...lá você consegue se  mover de ônibus, metrô e até o táxi não é tão caro como o daqui...os restaurantes, os shoppings, as ruas velhas...eu adoro aquele friozinho de lá...adoro céu cinza...não quero falar de violência, nem de engarrafamento, nem de alagamento, nem de sotaques...quero ficar só com o lado lúdico...e adoro poder ir a um restaurante às 2:00 da madrugada e ser (bem ) atendida...se quer esticar a balada? tem. se quer só ir jantar, tem. se quer um parque, vai para o ibirapuera. lembro de uma das primeiras vezes que estive por lá e fomos andando do bairro da liberdade até a praça da sé...e quando entrei naquela catedral, me "cairam os butiá do bolso", como se diz na minha terra...é linda! aliás, no bairro da liberdade adoro comer empada e pastel com suco. foi lá que comi meu primeiro melona. meu primeiro sanduiche de mortadela foi no mercado municipal ...ir pra galeria do rock e passar uma tarde inteirinha lá vai ser meu presente de mim para mim mesma...me acabar nas bijouterias góticas, nas botas de plataforma e nos vestidos estilosos...sempre que estou em sampa alguém me pede informação...sempre. acho que tenho cara de quem mora por aquelas bandas...tenho taaaanta história de são paulo, como da vez que acostumados com o prato minguadinho que servem aqui pela capital, pedimos uma entrada, e um prato de massa pra cada um, eu e meu marido...conclusão, só na entradinha já estavamos empanturrados...uma cantina italiana em são paulo é um acinte à dieta...eu conheci morrito num bar na vila madalena...uma vez fui pra lá só pra ir ao teatro ver um show de improviso...ahh são paulo...no terraço itália nem consegui comer o tal risoto de bacalhau tamanho o deslumbramento que tive com a vista da cidade...fora o povo...povo que sempre me recebe bem...os taxistas vão ganhar um post exclusivo, aguardem...é isso, tô indo, pra terra boa, terra da garoa...ôrra meu. fui.          

quarta-feira, 30 de maio de 2012

desaparecidos, gone e chloe: dicas de filmes

ando tão cheia de coisa na cabeça que chega uma hora que preciso dar um tempo...e costumo dar esse tempo geralmente vendo filmes...ou lendo, ou escrevendo, ou fazendo tricô, ou cozinhando ou bebendo...e numa dessas de dar um tempo pras preocupações vi no fim de semana mais um filme de terror...sim, eu adoro filme de terror, de fantasma, trash, slasher, de ficção, suspense....são os meus preferidos...não únicos, mas preferidos...e assisti a um filme que se chama "desaparecidos". vamos lá...ATENÇÃO, SPOILERS...é uma merda...é brasileiro, não é por ser brasileiro que é uma merda, não é isso, mas é que a fórmula tá tão batida, tão manjada, que não tem mais graça...é no melhor estilo mockumentary, ou falso documentário...quer ser uma mistura de "bruxa de blair" com "paranormal activity", "cloverfield" e "rec"...só que mal feito! não tem o frescor da originalidade, nem o assombro do enredo, nem o final surpeendente, nem nada! o diretor, david schurmann, até se esforçou mas não deu. além de ter uma baita economia de elenco, né? porque os atores são muito meia boca...afff... a história é sobre um grupo de amigos que viaja pra uma festa e o convite da festa é uma câmera, que em alguns momentos liga e desliga sozinha (!!!)...muito tempo é desperdiçado na estrada até chegar a tal festa....depois tudo muito fora da realidade... ninguém faz as merdas que os caras fizeram...e mais, as meninas foram entrando em pânico rápido demais, ninguém sai de um estado bêbado-mas-alegrinho-e-feliz pra um estado apavorado-vou-morrer , assim tão rápido...era só grito descontrolado sem razão de ser...e como eu disse, foram muitas bobagens uma atrás da outra...quem vê filme de terror sabe que nunca em hipótese alguma, numa situação de risco, se separa um grupo...e qual a primeira coisa que eles fizeram? foi cada um pra um lado...outra coisa, vc sabe desde o início que todos morrem!!! começa dizendo que seis câmeras foram encontradas, e durante a história entram seis pessoas na floresta!!! em resumo, não veja, não vale...muita gente gritando por nada. em compensação tive uma grata surpresa com o outro filme do fim de semana..."gone"...não sei porque cargas d´água recebeu a tradução de 12 horas aqui no brasil...é aquela velha história das loucuras de traduções...(justifica ser 12 horas porque era o tempo que o assassino levava para
matar as vítimas, mas dai a traduzir gone, como 12 horas...)  enfim, é um filme com a amanda seyfried, a mesma que fez a "a garota da capa vermelha" que vem a ser a chapeuzinho vermelho numa versão adulta, fez também o lindinho cartas para julieta  e  o maravilhoso preço da traição ( chloe - no original) com a linda julianne moore...o filme - gone - tem lá suas falhas, mas é interessante...longe de ser o melhor do gênero, foi honesto. em resumo: uma mulher foi atacada por um maníaco, e a irmã dela some anos depois...ela acredita que é o mesmo maníaco, só que a polícia não acredita nela e ela sai atrás do cara...até ai tudo bem, mas tô começando a achar que a polícia dos estados unidos é muito burra, porque pra variar, os policiais em vez de ajudarem na busca do maníaco, ou na procura da irmã , os agentes perdem tempo, dinheiro e disposição atrás da coitada...tem gente lá que não explicou a que veio...um policial que se mostrou solicito e depois não fez nada, a intenção era colocar ele como suspeito? não colou...também um namorado da irmã ridículo que não se assusta com nada (eu até gosto do ator, é o chapeleiro maluco da série once upon a time)...também achei que algumas intenções se perderam...se era pra tentar mostrar que a moça tava maluca, ou insinuar que ela era maluca, faltaram elementos...faltou um pouco de suspense...dá uma pontinha de dúvida (será que ela imaginou tudo? será que a irmã existe? será que o policial é o assassino? ) mas acontece tudo muito rápido e a intenção se perde...enfim não vou contar tudo porque afinal até vale a pena ver...mas se quer filme dos bons mesmo, que mistura suspense, romance, sedução e mulher fazendo perseguição maluca, assista o preço da traição, filmão viu?  

segunda-feira, 28 de maio de 2012

onde está meu carro?

se achar meu carro na foto ganha um doce!
depois de uma tarde "bem agradável" em uma maratona de médicos, eis que já com corpo cansado e esgotada psicológicamente, vou pegar meu carro, e ...supresa!!!! onde está meu carro??? estacionei em frente a uma obra...não tinha cone nem nada , nem placa de proibido...quando chego pra pegar o bicho, não acho o bonito...já me deu um gelado na espinha...roubaram!? quando chego bem perto, vejo que simplesmente os caminhões de concreto estacionaram em frente a ele (ou atrás, dependendo do ângulo) e começaram a trabalhar...os operários ainda se deram o trabalho de jogar uma lona por cima, mas tipo assim: como assim??? poizé...- ei dona, são só mais 5 minutinhos! (que se transformaram em meia hora, claro)...até que consegui sair de lá...na hora de dar ré pelo menos os moços ajudaram, pararam todo o trânsito em volta...é mole? isso só acontece comigo...se vc observar bem, vai ver ali atrás do caminhão uma lona....poizé, bem ali...

sábado, 26 de maio de 2012

dia da toalha e do orgulho nerd:não entre em pânico

dia da toalha e do orgulho nerd
resolvi escrever este post porque taaaaanta gente me perguntou sobre a tal toalha que vamos lá. pra que não haja confusão 25 é o dia da toalha E do orgulho nerd. quem é nerd sabe qual a importância da toalha. pra quem não sabe, é o seguinte: o dia da toalha foi uma homenagem que fãs fizeram ao escritor douglas adams. ele escreveu a série "o guia do mochileiro das galáxias". o primeiro livro virou filme. a série tem 5 livros (há controvérsia: eu tenho 4 livros - dados como sendo a coleção completa - a saber: o guia do mochileiro das galáxias; o restaurante no fim do universo; a vida, o universo e tudo mais e até mais e obrigada pelos peixes, mas dizem que na verdade são 6. se são 6, estão me faltando 2) hum, olha o 4 e olha o 2: 42!!! (a resposta para a vida, o universo e tudo mais!) enfim, há então o quinto livro praticamente inofensiva (que não li) e um sexto que só tive referência de que existe mas não sei qual é. resumindo, a história da série é sobre arthur dent e um amigo extraterrestre que pegam carona em naves espaciais depois que a terra foi destruída pelos vogons pra construção de uma nova via hiperespacial. tem um robô depressivo hilário, um presidente da galáxia idiota que tem duas caras (literalmente) e todos os viajantes da galáxia usam uma toalha pendurada no pescoço. a tal toalha ajudou em vários momentos "a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar", diz o autor. a homenagem começou em  2001, tipo umas duas semanas depois do adams morrer. e por experiência própria, sim a toalha serve pra muitas coisas, até de cobertor no frio. travesseiro, pano de prato, chicote, turbante.
já o dia do orgulho nerd começou por conta da estreia do primeiro filme mega-blaster-nerd "star wars". dizem que começou em 2006, uma ideia de uns espanhóis para celebrar a data da primeira exibição do longa. caiu na internet e virou oficial. com certeza todo mundo já viu pessoas fantasiadas de luke skywalker ou até de c3po pra assistir a um star war. a galera investe mesmo. nerd que é nerd encara um chewbacca ou um darth vader na boa (nota mental: post futuro somente sobre star wars e a cagada de colocar hayden christensen pra dar vida ao anakin. não me conformo! ) enfim, pra encerrar, você sabia que a palavra nerd foi criada em 1950? conta a história que era uma expressão usada no massachusetts institute of tecnology. outra versão conta que é a abreviação de northern eletric research and development (departamento de pesquisa e desenvolvimento da companhia northern eletric do canadá). que em ambos os casos seria um apelido para quem trabalhava no laboratório de tecnologia. era um povo  "cabeção".é preciso ser inteligente pra trabalhar em tecnologia. então, logo todo e qualquer "cabeção" era chamado de nerd. por muito tempo era uma ofensa ser um nerd (ficaram estereotipados como muito inteligentes mas fora do padrão, feios, tímidos, solitários...) mas isso mudou e agora ser nerd é bacana.viva nóis (sim, tenho meu pézinho lá na ala nerd também). ah, e não entre em pânico! até mais, e obrigada pelos peixes.
p.s - se escrevi alguma bobagem, por favor amiguinhos, me corrijam. a véia aqui não consegue ter tudo certinho dentro da cachola...

sexta-feira, 25 de maio de 2012

imagens para o post "minha envelhecência..."

as portas antigas me encantam

melhor cena do discurso do rei: parede velha em sofá antigo







casa do neruda








dança com vampiros










mansão decadente

jardim com fonte de anjinho abandonado

minha envelhecência e a casa da bruxa

casa vitoriana:adoro coisas velhas


eu gosto de coisas velhas. acho até que já disse isso por aqui, em algum momento. e tome por velho as coisas antigas, trabalhadas pelo tempo. não o desarrumado, desleixado, abandonado, coisas jogadas ao leo, como a expressão "jogadas ao leo", duvido que alguém ainda use isso. é frase de antigo, gente antiga, como eu.
gosto de casa antiga. sou alucinada por casas vitorianas. 
tem pé direito gigante? tem móveis rústicos? já gostei. parede carcomida pelo tempo me dá um nó no coração. um nó bom. como assim? é uma nostalgia de alguma coisa que sequer vi, que nem cheguei a conhecer. mas me traz de volta (!???) um tempo onde tudo era diferente: a vida acontecia mais devagar, com mais intensidade. 
não sei, é como se um poder de voltar no tempo me levasse de volta a uma época que não vivi. um passado que me atrai. e não sei explicar esse meu fascínio pelas coisas antigas. as casas velhas que rangem o piso de madeira. os telhados escuros que escondem histórias e pequenos segredos de alcova, sussurros intraduzíveis. pinturas descascando, jardins imensos com fontes de anjinho manchadas pelo tempo.eu sempre quis morar numa casa dessas, igual as casas dos vampiros. "casa de vampiro" era como eu chamava as casas antigas, espécies de castelos, que apareciam em filmes quando eu era criança. falando em filme também gosto de películas antigas. alguns dos meus filmes preferidos são ainda em preto e branco e tomara que continuem assim. entre eles: "os inocentes", "a malvada", "psicose". alguns são coloridos, mas antigos como "a dança dos vampiros","...e o vento levou", "o destino do poseidon", "dr. jivago". filmes antigos ou que mostram épocas antigas, como é o caso do "morro dos ventos uivantes", aliás, a primeira versão que vi era em preto e branco, depois as versões ganharam cor mas a magia não se perdeu. amo "drácula, de bram stocker" e uma infinidade de outros da mesma cepa.
tá decadente? gosto. tá envelhecendo? gosto. sou assim. das muitas cidades por onde andei as que mais me deram alegria em conhecer com certeza foram as que tinham passado pra contar. buenos aires, ouro preto, gramado. todas velhas, com pitadas de decadência em algum canto. o centro de são paulo também é lindo. e em porto alegre ainda há portas de madeira envelhecidas pelos séculos. tá, não posso ser injusta, salvador também tem bastante coisa antiga e linda, assim como valparaiso, no chile. a casa de pablo neruda é uma coisinha de louco. toda com divisórias malucas e um passado que se mantêm firme.
os mercados antigos, até as velhas senzalas e prisões. ah o passado...o passado é tão bonito pra mim, que mesmo sendo recente eu já gosto. no filme do "discurso do rei" uma das cenas que mais amei foi justamente quando o rei tá sentado num sofá velho com as paredes descascando atrás. aquilo é realmente lindo. lá no cassino, a praia onde passo minhas férias, tá cheio de casa antiga. e eu amo simplesmente passear entre elas. em rio grande existem casas que completam 200 anos e mais até. me perco com prazer naquelas ruas com casas de paredes escuras meio chapiscadas com cimento e pedras. um ar gótico romântico no ar. esse ar retrô me renova. 
até árvores velhas são mais interessantes: se envergam com o tempo, endurecem com a sabedoria. 
tudo meio decadente me inspira.
e hotel velho? ah o cheiro de velhice em hotel antigo é enebriante. uma mistura de passado, com proibido, mofo, cigarro impregnado, um quê de lascívia, uma coisa meio nelson rodrigues...hotel velho tem muita história. e não só o overlook, mas qualquer um.
adoro cinema com ácaro. guarda-roupa velho com roupa velha dentro. poderia ficar horas só olhando.
hoje fui até o final da w3 sul e na volta me acabei em pensamentos e lembranças. como a w3 sul está velha! mas o certo ar retrô é gostoso de se ver. tem até umas pousadinhas com cara de cidade do interior. acho que em alguns lugares o retrô tá exagerado: pistas esburacadas, calçadas mal cuidadas, prédios abandonados. mas ainda assim um certo ar de antiguidade está no ar. árvores grandes, prédios enormes com janelas sujas (janelas...ah janelas, ainda vou escrever um post só sobre janelas. é outro fascínio que tenho) tem restaurante antigo (hum, restaurante antigo também é bom, hein?), cardápio meio rasgado, mesas pesadas de madeira, garçom à moda 1.800. 
e os pratos? adoro prato das antigas. arroz à grega, medalhão de filé. quer coisa mais demodé (a palavra demodé também é velha) que espetinho de sacanagem? 

espetinho de sacanagem: demodé e delicioso 
sacanagem é aquele salgadinho de salsicha, queijo e pepino em conserva ou azeitona. delícia antiga que não sai de moda nunca. assim como manjar branco, patê de sopa de cebola com creme de leite, canudinho recheado com sardinha e maionese. tudo comida de gente velha. hoje em dia é um tal de comida macro não-sei-o-quê-bio-não-sei-das-quantas. bolinho de chuva é coisa antiga, e eu amo. fazer tricô e tomar café com bolinho de chuva. coisa de gente velha e eu adoro. 
fora bebidas antigas, como ferrão, batida de côco, campari, san remy, o vinho, que quanto mais velho melhor.
móveis antigos. a geladeira "frigidair" branca que ainda resiste ao tempo e o relógio cuco de estimação. 
quer coisa mais linda que espelho veneziano? e abajour lilás? mais do que plínio marcos , um retorno ao passado decadente de muitas putas das antigas. adoro.
mas sim, falava eu da w3 sul, velha, decadente e ainda sedutora. com seus botequinhos de cidade do interior. lojas que "não se usa mais". já ouviu falar na expressão " não se usa mais"? é como dizer "não existe mais", "tá fora de moda". não se usa mais pedir obrigada, por favor, com licença. poizé, também não se usa mais ir a loja na w3 sul. será? tem tanta loja legal, que não se vê mais 
w3 sul : 1968 
por ai, como aquela que aluga roupa pra homens que vão casar, ou a outra que tem tudo de artigos para festas, e aquela só de antiguidades.
tô pensando aqui, que na verdade o que não se usa mais, aliás, é ser educado e gentil.
sou tão das antigas que sinto falta de quando as pessoas eram mais educadas, mais cordiais, mais preocupadas umas com as outras. a preocupação é aquela boba, que a pessoa queria saber se o outro estava bem e não a preocupação que gera fofoca, aquele simples olhar pra vida alheia somente pra dar pitaco.
é...definitivamente estou ficando velha. velho é que fica ruminando o passado, né? então, outro dia estava pensando que se eu pudesse voltar no tempo, eu voltaria para que idade? decidi por voltar aos 14 anos. foi o começo da minha adolescência. eu até os 12 brincava de boneca. foi aos 14 que um belo dia fui dormir e me enchi o saco dos meus cabelos longos e bem tratados: meti a tesoura neles e acordei parecendo o chitãozinho (ou o xororó, nunca sei a diferença). eu criei um mulet enorme, um cabelinho arrepiado e sem saber o que fazer pedi ajuda pro meu pai, que consertou pra mim. foi ali que dei por definitivamente morta a minha infância. meus 14 anos. tudo novo, sentimentos novos, dúvidas novas, incertezas absolutas. tudo era uma grande descoberta. a paixão, o tesão, os amores. sim, aos 14 anos, o primeiro grande amor eterno (todos os amores são eternos aos 14 anos de idade). o primeiro porre, a primeira discussão. as primeiras bandeiras, as primeiras lutas. foi quando comecei a gostar de the cure e jurei de pé junto que eu era gótica. a atmosfera de mistério. essa coisa do passado de cemitério mal assombrado, coisas antigas que eu encarava com seriedade. aos 14 anos eu tinha uma pele linda, seios fartos e duros, uma ingenuidade apaixonante. eu achava que ia mudar o mundo. e tinha certeza que minhas convicções jamais seriam flexíveis. se eu pudesse voltar no tempo, seria lá pros meus 14 anos que eu iria agora. tudo ainda estava por se descobrir, um mundo cheio de novidades e cheio de sonhos a oferecer. 
e o engraçado é que forçando a barra 14 é 41 ao contrário. faltam pouco mais de dez dias pra eu completar 41 anos e mais engraçado ainda é que, pensando bem, assim como aos 14 eu me sentia adolescendo, aos 41 me sinto envelhecendo. como diz mário prata, estou entrando na envelhecência. naquela fase pré-velhice. e vou dizer uma coisa, também é cheia de sentimentos novos, descobertas novas, dores novas, paixões novas. é um mundo ainda a ser explorado. igualzinho na adolescência. o ruim é que a pele não é mais a mesma, você descobre coisas novas no corpo sim: calos, bicos de papagaio, manchas, cracas. dores que você nunca sentiu, pelancas onde era tudo durinho, cabelos que somem, cabelos que aparecem. músculos que você nem sabia que existiam. ninguém prepara a gente pra adolescer, muito menos pra envelhecer, né? e eu que tenho tanto a fazer ainda. já plantei árvore, falta escrever um livro e ter um filho. não sei o que é mais difícil, de qualquer maneira, o auge da minha envelhecência ainda não chegou, mas já decidi que um dia vou morar no hermenegildo, a última praia do mapa no rio grande do sul, um lugar esquecido do mundo. quero sentir o vento me assustando, fantasmas sussurrando, a solidão se encostando. quero ser uma velha morando na casa da bruxa, cercada de crianças felizes, assombrações antigas, luzes, cores e música antiga. meus cabelos com certeza vão ser azuis ou verdes e se as dores deixarem, quero caminhar na praia com meus cachorros e sentar pra ver o por-do-sol se minguando nas dunas. na minha velha casa aconchegante quero esquentar os pés numa lareira, fazer pão pra criançada e sentar pra contar histórias. falar do meu tempo, das coisas antigas, das coisas que "não se usa mais". quero contar como eram os namoros antigos, a falta de ar que dava a expectativa de encontrar com o amado, as pernas que tremiam só de ele dar oi. contar pras meninas que um simples toque da mão da pessoa querida traz mais eletricidade e prazer que uma gozada ensaiada com um qualquer desconhecido. quero contar como eu consegui cada uma daquelas tatuagens já apagadas pelo tempo e lembrar de cada suspiro de amor que já dei na vida. quero ser a velha das antigas que fica profetizando que algumas coisas nunca vão sair de moda: a delicadeza, a gentileza, o abraço, o beijo. quero contar, quando eu for bem velhinha, que um dia o mundo foi mais bonito. ou não. vai que daqui pra lá o ser humano evolui um pouquinho, né? afinal como diria cecília meireles " hoje desaprendo o que tinha aprendido até ontem e que amanhã recomeçarei a aprender"...a vida é um eterno recomeço...



p.s- importante dizer que não vivo só do antigo e só de passado. quem vive de passado é museu. por isso estou sempre me atualizando, pra conseguir valorizar o velho e saber que daqui a um tempo o novo vai virar relíquia também...


quero ser a velha morando na casa da bruxa

     

terça-feira, 22 de maio de 2012

ah que vontade de tricotar...

hoje fui comprar lã pra fazer um cachecol...pode não parecer mas eu sei fazer tricô (tricot)...tenho uma dificuldade pra entender a receita alheia (não sei os nomes dos pontos...quando aprendi tinha o ponto normal, o invertido, o arroz...ai inventei uns da minha cabeça, como o "dois por cima e dois por baixo", "um e outro", "laço duplo"....coisas que eu somente eu entendo...)...assim são as receitas de crochê...eu sei fazer algumas coisas no crochê, minha avó me ensinou, mas também me perco nas receitas, e se deixo alguma coisa pra fazer depois também me perco....mas vou assim, é o que tem...então, hoje fui comprar lã e a senhora que me atendeu foi logo dizendo: você é gaúcha? as mulheres gaúchas são as mais prendadas...respondi com um supreso - é??? - é, disse ela....pronto, me ganhou, pensei...mas em seguida ela emendou: e dizem que são as que menos trabalham fora...hum??? deixa ver se entendi....se eu sou prendada é porque não trabalho fora? é isso? ai respondi: - ah isso já não sei...não tenho esse privilégio...de qualquer maneira mantive o sorriso e ela me fez prometer que eu voltaria lá pra mostrar como ficou o tal cachecol...e eu vou voltar...a lã era linda...e vai ficar um show (sim, não tenho muita modéstia, já avisei isso antes ...)...enfim, a manhã passou e eu agora estou louca pra me sentar no sofá e colocar a mão na massa (ou na agulha, né?)...o friozinho tá chegando e ontem desenterrei as agulhas....que venha a terapia...sim, porque fazer tricô é uma terapia...pode parecer coisa de vovó, e deve ser mesmo (já tenho idade pra ser avó, afinal de contas)...enfim, já vou aproveitar pra fazer um cobertorzinho pra nina, o do ano passado já está beeeem surradinho...ela ama. se enrosca todinha e fica bem quentinha...só deixa o focinho de fora...vou bater foto pra colocar aqui...agora vou ali trabalhar mais um pouquinho, porque o cachoeira hoje não tá fácil...       

segunda-feira, 21 de maio de 2012

cachaça: várias comemorações...e ame-a ou deixe-a

dia da cachaça: duas datas
não vamos brigar...assim como o dia do jornalista é comemorado umas cinco vezes por ano (tem post aqui sobre isso, toquei no assunto mês passado, dá uma olhadinha lá..."dia do jornalista e a abertura do fantástico", no dia 07/04) o dia da cachaça parece que também é comemorado várias vezes ao ano...seria uma desculpa boa pra encher a cara? pode ser, né? vejamos: hoje, 21 de maio é comemorado o dia da cachaça de minas...diz a internet que a data foi escolhida  pra marcar o início da safra da cana-de-açúcar em minas gerais...isso lá em 2001, quando itamar franco era governador e assinou uma lei regulamentado a produção da cachaça no estado...o sebrae informa que "o maior volume de produção da cachaça está em são paulo mas é em minas gerais onde se concentra a maior quantidade de produtores de cachaça artesanal"...seriam mais de 4 mil marcas existentes no estado...então tá...quando fui a belo horizonte fiquei apaixonada pela cidade...pelas pessoas, pelo clima, pelos barzinhos...e pela cachaça...já conhecia a cachaça mineira, mas nunca se conhece tudo, né? e lá fui eu pro mercado municipal...meus olhos brilharam de alegria ao chegar lá e dar de cara com uma loja especializada em cachaças...mas não qualquer loja, era um lojão!!! tinha de tudo, tudo...fiz a festa! - quer ir pra confeitaria? não. - quer ir pra sorveteria? não...quero ficar aqui...e fiquei quase o dia inteiro...difícil foi voltar pro hotel naquelas subidinhas danadas de bh...mas deu tudo certo...nem parece que moro na quadra do empório da cachaça...ali na 314 norte...é uma tentação! na verdade a cachaça surgiu na minha vida eu já tinha uns 20 anos...antes disso cachaça era bebida de "bêbado-safado-sem-vergonha-pobre-bandido"...era considerada um horror...meu avô era cachaceiro da melhor estirpe, mas obviamente um incompreendido...e quando eu encontrava com ele no botequinho do paulinho (sim, era na esquina perto de casa, em arroio grande, um prédio verde)...ele tava encarando uma chora rita...depois veio a época em que cachaça chique era velho barreiro...aos 20 e poucos anos eu já sabia a diferença da 51 pra velho barreiro...cachaça deixava de ser coisa de marginal (puro preconceito que me foi repassado por nem sei quem e eu simplesmente aceitei, pra deixar o pré-conceito de lado, foi fácil)...comecei a ir num boteco na asa norte que vendia toooodo tipo de cachaça...e claro a cada dia se provava uma, né? (como era mesmo o nome do boteco? bebi meus neurônios)... e assim foi, prova daqui, prova dali e agora o fato é que gosto de cachaça! ....não encaro sempre, mas gostcho da bicha...sei que tem gente que não suporta...mas acho que é assim, a cachaça tá naquela categoria de ame-a ou deixe-a...lá em casa consumimos isaura, vale verde, gabriela, claudionor, boazinha, ...são tantas que não lembro dos nomes todos...ano retrasado fui de carro com cachorro, marido, papagaio, e um casal de amigos passar o reveillon em prado, na bahia...parada obrigatória: salinas...passamos a tarde lá ...degustando e gastando...comprei uma anísio santiago com a promessa de só abrir pra comemorar meus 40 anos...e assim foi: aos 40 abri a garrafa, dei uma bicadinha pro casal, outra pro marido, e guardei novamente a garrafa a sete chaves! (em tempo, a anísio santiago já se chamou havana, é considerada a cachaça mais cara do país e a mais premiada do mundo...dá licença de eu me exibir um pouquinho, né?)...mas enfim, falava eu das datas comemorativas...acontece que além do dia da cachaça de minas (que é hoje), dia 13 de setembro também tem comemoração...é o dia nacional da cachaça...seria uma homenagem ao dia em que a coroa portuguesa autorizou o brasil a produzir cachaça , lá em 1661...esta data começou a valer no dia do meu aniversário de 2009 (5 de junho) , criada pelo instituto brasileiro da cachaça...pra encerrar, porque já tá me dando água na boca,  vale citar uma curiosidade: a cachaça é a terceira bebida destilada mais consumida no mundo...só perde pro soju (um destilado feito de arroz, na coréia) e a vodka...então vou lá, hoje sem campari, mas com uma boa branquinha (purinha, pinga, aguardente, água que passarinho não bebe....são tantos nomes que vou ter que escrever um post só pra isso) então, fui!
 

tatuagem também cura

minha rosa...
volto a falar em tatuagem...é que estou prestes a fazer mais uma (a primeira das quatro novas que devem vir por ai...) no total vou ficar com 10 tatuagens...mas só até daqui a pouco, porque do jeito que tatuagem vicia, corro o risco de fazer mais umas cinco...a primeirona foi um crucifixo  tribal...eu sempre quis fazer e lá em casa era liberado...meus pais nunca encrencaram...meu pai inclusive fazia umas coisas bizarras de hena hehehhe mas eu sempre quis fazer algo que eu tivesse certeza que seria pra sempre...tatuagem é pra sempre...apesar de viciar, é uma coisa que faço só tendo certeza do que quero (se tivesse feito antes teria uma caveira no braço, pense!)...apesar de em casa ser liberado, fiz a primeira aos 25 anos (24? não lembro)...e nem avisei nada a ninguém, cheguei com ela pronta...supresa! e foi sucesso absoluto...depois radicalizei: fiz logo um sol no pescoço...ai já nem morava mais com papai e mamãe...e nunca mais parei de me rabiscar...veio a meia lua no braço, a fênix, o súcubo, a rosa...e semana que vem tem mais...sou apaixonada , não tem jeito...já disse isso aqui antes, tatuagem dói? dói. mas eu já nem sinto mais a dor...entro num estado alfa que simplesmente desligo...e a dor é a menor das importâncias....pior sempre é a coçeira da cicatrização, mas nem isso me impede...a satisfação final é difícil de explicar...faço tatuagem quando triste, quando tô alegre....tatuagem serve como terapia, como expressão de arte, como porta-voz do que você é e o que você sente...conheço muita gente que fez tatuagem pra encobrir uma cicatriz feia...outros fazem pra relembrar alguém querido, pra declarar um amor, pra exibir um sentimento...há quem faça pra transformar o corpo em obra de arte...não importa o motivo, tatuagem muitas vezes ajuda a gente a se entender...tatuagem transforma...para os curiosos, ai vai uma reportagem que fizemos com meu tatuador, o rogélio...só um exemplo de como ele devolve a autoestima pra um monte de mulheres que foram mutiladas por causa de um câncer ou de uma cirurgia mal feita...é aquela coisa, a tatuagem também ajuda a curar, mesmo que sejam as dores da alma...


quinta-feira, 17 de maio de 2012

como existe gente porca! ...e o dia do gari...

obra de arte com o lixo...reciclagem
 a gente vai ficando velha e vai ganhando um monte de maniazinha...eu por exemplo, tô daquelas tias beeeem chatinhas que reclamam muito, cheia de manias e tais...agora dei pra catar lixo...quando menos espero, lá tô eu pegando lixo do chão, folha de jornal jogada, copinho de plástico, embalagem de chocolate...é impressionante a quantidade de gente porca que existe no mundo (e aqui um pedido de perdão aos porcos, tadinhos, que só são sujos porque não são bem cuidados...)...o que tem de gente mal educada...é mais fácil calcular o que tem de pessoas bem educadas, essas dariam no máximo pra encher um estado do tamanho de sergipe, no máximo, extrapolando, um acre da vida...é impressionante! e as pessoas não têm pudor algum...vale sujar em qualquer lugar, a qualquer hora...abre uma balinha? jogar o papel no lixo pra quê, né? solta no ar....chupou um picolé, lá vai o pauzinho no chão (gente, tô falando de picolé, por favor...)...tem gente que bebe refri de latinha e joga  pela janela do carro! eu fico pensando que esse povo deve imaginar que uma nave alienígena vinda da casa do caralho pousa todos os dias por ali pra catar a sujeira que eles fazem...nem bicho faz tanta sujeira como esses bichos humanos...o gato enterra o cocô, o cachorro também...aliás, são os animais os que mais sofrem com a degradação da natureza e 
os bichos são os que mais sofrem
é o homem o principal culpado...esses nojentos seres humanos...falando em sujeira...hoje é dia do gari (16 de maio)...parabéns a esses profissionais que sofrem, viu? vale aqui uma pequena historieta (ou historiola, adoro)...dizem por ai que o nome gari é em homenagem ao francês pedro aleixo gary...ele foi o primeiro a assinar uma contrato de limpeza pública com o império lá nos idos de 1870 e poucos...ele ficou responsável pela remoção de lixo das casas e praias do rio de janeiro (ridicccchaaaanêro). depois dele veio o primo luciano gary...ficou tudo em família...contam que os cariocas, pra fazer a limpeza das ruas depois da passagem dos cavalos, mandavam chamar a turma do gary. ai pegou...(tirei essa historinha da internet, não conferi os dados, me perdoem se tiver algum erro...não tive tempo de conferir a veracidade dos fatos)...de qualquer maneira eles surgiram pra fazer a limpeza de árvores, recolher cocô de cavalo, mas aos  
dia do gari...parabéns aos invisíveis
poucos foram limpando toda a imundície que esse pessoal podre espalha por ai...e eles que estão há tantos anos na luta, para muitos, simplesmente não existem...tem uma tese de mestrado de um psicólogo da usp, fernando braga da costa, que concluiu que os trabalhadores braçais são invisíveis aos olhos da sociedade, é o que se chamou de "invisibilidade social"...ele varreu as ruas da universidade por um mês e contou que simplesmente as pessoas não olhavam pra ele...olha esse trecho de uma entrevista dele (do site strongcafein): "professores que me abraçavam nos corredores da usp passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. às vezes esbarravam no meu ombro e sem ao menos pedir desculpas seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste ou um orelhão"...em outro trecho ele diz que "uma vez um dos garis me convidou pra almoçar no bandeijão. ai entrei no instituto de psicologia para pegar dinheiro (...) passei em frente ao centro acadêmico, em frente a lanchonete... tinha muita gente conhecida...eu fiz todo esse trajeto e ninguém em absoluto me viu"...o pesquisador contou que ia pra casa chorando e encerrou dizendo que "ser ignorado é uma das piores sensações que existem na vida" ....já vi gente simplesmente não perceber quando a faxineira da redação entra na ilha de edição e dá boa tarde...é como se ela estivesse falando com as paredes...a dona maria é a minha querida...a gente conversa, troca ideia...um dia no plantão - ela é faxineira, não copeira, não tem obrigação nenhuma de fazer café - também nem sei porque ela estava lá, no plantão de domingo não tem copeira, enfim...no tal plantão a dona maria me ouviu quase chorando porque não tinha café, "em plantão é assim, a gente sempre se lasca", choramingava eu por ali...pois a dona maria fez um café, e foi me servir lá na minha mesinha, na redação...que parou embasbacada para ver a gentileza que eu recebia...uns ainda tiveram a ousadia de reclamar e dizer que nunca receberam um tratamento vip assim....ao que respondi: você ao menos sabe o nome da senhora que me serviu? poizé, eu sei...tipo, luta pela liberdade de expressão, pelos direitos da puta que pariu mas nem olha na cara da faxineira, que legal você é, né? enfim....falava eu da gente mal educada que joga lixo pela janela do carro!!!! sim, já vi vááárias vezes....você sabia que na austrália jogar lixo na rua ou guimba de cigarro no chão dá multa? é...se fosse aqui ia ter gente vendendo a mãe pra pagar essas multas, né não? outra curiosidade, o brasil é campeão na reciclagem de latinhas de refrigerante...poizé...e apesar de todo o apelo da reciclagem,o lixo ainda é tratado do jeito que é...aqui em brasília é um horror...
o mundo tá se acabando em lixo...socorrooooo
temos pouquíssimos pontos de coleta de recicláveis, um povo sem educação e um estado que não tá nem ai...o que é aquele lixão da estrutural? quanta gente já deve ter morrido ali? ano passado fiz uma série de reportagens especiais com a repórter manuela borges..."lixo: problema seu"...ficaram supimpas os vts, modéstia à parte...(*nota mental:achar os vídeos para postar aqui)...numa das reportagens se falava em novo ponto de reciclagem de lixo, em reestruturação do lixão da estrutural, em novos serviços blá blá blá...tinha um embrólio entre qualix, slu e a delta , as responsáveis pela limpeza pública....éééé a delta, do escândalo do cachoeira...não lembro direito a falcatrua, mas teve dinheiro roubado, contrato fraudulento enfim...e depois desse tempo todo o que se fez????n-a-d-a...tá tudo na mesma...e na época, nós idiotas, gravando entrevistas com secretário que MENTIU na nossa cara....eita governinho de merda esse nosso, né? falando em governo, vi na emissora g. uma entrevista do administrador de samambaia falando que retira lixo e entulho de uma área verde no setor de chácaras quase todo dia e todo dia o povo vai e despeja mais lixo...que é um trabalho ingrato, que os moradores precisam de mais educação! siiim, educação é a palavra!!! educação que se aprende em casa...educação que passa de pai pra filho....educação que a mãe dá desde que o moleque é pequeno e joga as coisas no chão...é bonitinho? deve ser, mas é dai que se começa a ensinar que não se faz isso...mas quem ensina os pais se os avós também foram mal educados??? é preciso que todos saibam e não só tenham conhecimento, mas consciência que vivemos em sociedade o que exige um mínimo de civilidade... respeitar os limites do outro...minha liberdade vai até onde começa a sua, não é isso? cuidar do meio-ambiente é tarefa de todos, e não só de garis e faxineiras...é responsabilidade sua sim jogar o lixo no lugar certo...é responsabilidade nossa cuidar do coletivo sim, cada um tem que fazer a sua parte...o que é público não tem dono? não, tem muitos donos...o que é público não é de ninguém? não, o que é público é meu, seu, nosso...público deriva do latim publicare“tornar público”publicus, “relativo ao povo”, populus, “povo”...pronto, comecei o discurso!!! por isso que digo que tô
próximo passo:usar luvas
 velha chata...o próximo passo é sair de luva, pra não sujar tanto a mão no trabalho de catar lixo...espero que eu não chegue ao ponto de ficar louca e começar a bater em gente mal educada... encerro com manuel bandeira: "o bicho"...vi ontem um bicho na imundície do pátio...catando comida entre os detritos...quando achava alguma coisa, não examinava nem cheirava: engolia com voracidade.o bicho não era um cão, não era um gato, não era um rato.o bicho, meu deus, era um homem".

crianças no lixão: isso é vida? é digno?

quarta-feira, 16 de maio de 2012

mexidão...meu almoço (quase) perfeito

mexidão: huuummmmmmm
sim, eu gosto de comer. de comer e de cozinhar...estou feliz? vou pra cozinha...se estou triste também vou...já errei muito por lá e já acertei outro tanto...quem não gosta de uma comida bem feitinha, hum? gosto de comida cara, de comida barata...encaro numa boa um mega sandubão trash ali da esquina, já comi no d.o.m do alex atala, no fasano, no cipriani, na alice...e já encarei pastel na viçosa e bife à parmegiana no bar do chico...o que importa é que a comida seja gostosa...(nem sempre saudável ou higiênica hehheheh)....faço qualquer coisa por uma coxinha de galinha...e como estou eternamente de dieta aprendi a gostar de alface, cenoura e afins...sério, tem dias que tô louca por um tomate cereja e uma folha de rúcula...agora que tô numa fase de fazer pão , afff , parei de emagrecer...meu medo é engordar mais ainda...que me perdoem os mais sofisticados, mas tem dia que tô com vontade mesmo é de comer meu arroz com feijão...e às vezes o mexidão...ah meu mexidão!!! receita: pega tudo que tá na geladeira e mistura. tá pronto....pra dar uma incrementada, algumas dicas: coloque um azeite na panela quente, ai é só jogar cebola e alho picadinhos, depois pega tudo que tem na geladeira: arroz, feijão, carne, abóbora, purê, vagem, couve, milho, enfim, tudo...e mistura...pode jogar um ovo junto, ou à parte, fritar o ovo e colocar por cima....não quer ovo? joga batata palha pra finalizar...se não quiser nada disso, uma boa colherada de requeijão dá um gostinho especial à mistureba!!! vale acrescentar uma azeitoninha, um cheiro verde...não tem cozinha de guerrilha que faça melhor (alô larica total, tâmos ai) ... e falo tudo isso porque hoje meu almoço foi assim: um pouco de tudo...ficou com uma cara ótima e o gosto pra lá de bom....sem glamour nenhum...ah o toque final é uma pimentinha...fica de babar...estão servidos?   

sexta-feira, 11 de maio de 2012

seios - de novo...

nunca é demais prevenir...
sempre que tenho que ir ao médico já saio de casa de mau humor...é um sofrimento antecipado...já chego ao hospital xingando muito no tuiter...sei que falei muito por aqui dos planos de saúde e da estrutura capenga dos hospitais que costumo ir (sim, já virou rotina, tá foda)...pois hoje não é deles que vou falar, mesmo assim, teve mau humor...já comecei cedo a manhã ao ser informada que meu exame tinha sido transferido de horário...como assim??? - é, é o que tem, se não quiser, só daqui um mês...- até lá já morri!!!! então fui. exames chatos, de rotina, de mulherzinha...ao chegar no setor hospitalar norte fui surpeendida pela mudança nas rotas internas das pistas...antes o que ia e vinha , agora só vai e não fizeram retorno....e nem colocaram placa!!!além de tudo tem uma obra gigante se espalhando por ali...e estacionamento grátis? só improvisando...pra parar, só pagando...e caro...r$ 3,00 a hora...porraaaaaaannnnnn...se vou fazer exames demorados me lasco, né? mas pra tudo se dá um jeitinho...deixei o carro ao longo do meio fio longe pra cacete do prédio onde fui fazer os tais exames...claaaaaro que tinha um flanelinha lá...então é assim:ou paga pra empresa privada ou paga pro flanelinha...assim é...(na hora de ir embora dei o golpe nele, disse que só ia ali e já voltava....aaahhh vai se fuder, né?) o atendimento na clínica foi o esperado...fiquei por lá umas 3 horas...as atendentes foram muito legais...e já nem me assusto mais com as ecografias e mamografias...o que realmente me assustou hoje foi que apareceram coisas novas no meu corpo...depois dos 40 anos é foda...tudo despenca, tudo começa a falhar, as engrenagens começam enferrujar...a médica que analisou minhas mamas (feio falar assim, né? mas é o fato) disse que vou ter que pesquisar um pequeno nódulo no seio direito (ele - o nódulo-  não estava lá na última mamografia)...diz a médica que eu não preciso me preocupar, não é nada maligno (pq médico tem que falar assim?? soa como uma profecia vinda da profundeza do quinto dos infernos.....MAAALIIIIGNOOOOO...) - não se preocupe, disse ela, o máximo que vai acontecer é a sua ginecologista pedir uma biópsia...como assim não me preocupar? primeiro amassam meus os peitos até não poder mais... depois vão enfiar uma agulha neles? ai ai ai...e pra piorar, a coisa ainda pode ser maaaaaalliiiiiiiignaaaa, ah tá, nem vou me preocupar...senta lá cláudia! em tempo: a gente sabe que tá ficando velha quando a médica é pelo menos uns 20 anos mais nova que a gente, né?mas enfim, vamos ver, vou mesmo tentar não me preocupar, e de qualquer maneira, é sempre melhor prevenir que remediar, né? no útero e afins tá tudo certo (pelo menos é o que eu imagino...é que o médico chega, enfia um troço na gente, em formato de pinto...pinto magro, mas pinto - tá, tem camisinha e lubrificante - mas posso garantir que não é bom...e fala um monte de números e palavras desconhecidas...e a gente lá, de perna aberta, com uma camisolinha ridícula de um tecido que parece papel...e ainda tem que conversar sobre amenidades...fazendo cara de paisagem, claro...) enfim, não sei analisar exame, mas apareceu escrito no papel que me entregaram com as lindas fotos de mim por dentro: normal, compatível e tal...agora vem a parte difícil: levar pra médica interpretar tudo isso...e se ela me disser que tenho mais exame pra fazer eu tenho certeza que vou chorar...eu sou assim, só de pensar eu já choro, mesmo que seja o melhor pra mim...enquanto não descubro nada de pior, vou tocando a vida...e como hoje é sexta-feira eu vou sim me jogar no campari...no melhor estilo se joga louca! vai que...né? então tá. campari, sem limão...até amanhecer. beijo, fui.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

mamilos, sutiã e algumas considerações

primeiro sutiã
você já ouviu falar de  mary phelps jacob? diz a wikpédia que a moça inventou o sutiã. lá em nova iorque. o primeiro era feito com lenços, fitas  e cordão. as amigas amaaaaram e o porta- seios bombou. ela acabou vendendo a patente da invenção pra warner bros.  (não sei se é a mesma warner dos filmes) dizem que 2.000 anos antes de cristo já tinha gente na ilha de creta usando panos pra modelar os seios. e as gregas enrolavam o peito pra não balançar tanto. 
depois veio o espartilho (que hoje é lindo como peça de lingerie sensual, mas pense usar aquilo todo dia. toda amarrada e apertada...suando...tinha mulher que desmaiava sem conseguir respirar dentro do troço).
o sutiã evoluiu, ganhou nylon, bojo de enchimento, estrutura de metal e as feministas dos anos 1960 fizeram o favor de queimar em praça pública - dizem que não houve a queima propriamente dita, mas a intenção já valeu (eu não sei qual foi a filha da puta feminista do caralho mal amada que lutou por essa nossa independência...cá estamos nós numa vidinha fudida tendo que ser mãe, dona de casa, profissional, inteligente, descolada, depilada , penteada e ainda temos que estar sempre bonitas e cheirosas pra não levar um chifre do amado...affff...mas pensando bem, é bom ter essa independência, né? não abro mão dela de jeito nenhum! melhor ainda seria ter todos os nossos direitos respeitados, mas chegaremos lá, um dia. tá, mudei de ideia, obrigada pela queima do sutiã.) 
enfim, o sutiã tá ai há mais de 100 anos e ainda tem gente que não sabe usar!!!! fica então uma suuuper dica "prazamigas": prestem atenção no sutiã que estão usando!!! sutiã errado derruba qualquer visual. 
tem gente que tem peito grande e usa sutiã mole. não pode, o peito fica caído. tem quem use sutiã menor que o peito, não pode também. fica sobrando peito pra tudo que é lado. sem contar que se as costas forem grandes, as banhas saltam e marcam toda a roupa. sutiã aparecendo também ninguém merece, e não adianta disfarçar com alcinha de silicone e o escambau, é feio e ponto. e se for a rendinha aparecendo então, fique em casa!!!a blusa é transparente? o sutiã tem que ser bege pra não aparecer, ou se for aparecer, que seja bonito e da cor da transparência (blusa preta, sutiã preto...tem quem jogue um sutiã vermelho, ai não tem como manter a amizade, né?). blusa branca? sutiã branco ou bege, né? há quem insista em usar sutiã fofo pra deixar os peitos enormes. e aproveita pra usar a blusa um número menor. conclusão: fica aquele botãozinho da frente da blusa esgaçado, quase se abrindo. é feio gente. 
ah, não usar sutiã também requer certos cuidados, hein? se o peito tá mole, caído, não arrisque. só dispense o sutiã se seus peitos estiverem ok, e por ok entenda: firmes, duros, em pé. 
sutiã aparecendo por baixo da jaqueta jeans só a madonna podia nos anos 80. e olhe lá.
gente, top não é sutiã, é top pra malhar!!!! e vestido tomara que caia???
tomara-que-caia fail  
pulamordedeus....não use vestido tomara que caia que aperta o seios. fica aquela coisa achatada, parece uma pizza no peito. uma de cada lado. é feio demais.
é preciso ter bom senso. quem lembra da propaganda do primeiro sutiã? o primeiro sutiã a gente nunca esquece. é bem lindinha a campanha publicitária. aliás, numa outra propaganda antiga de uma loja de departamento era anunciado que 80% das mulheres usam o sutiã errado. que qué isso minha gente? é de assustar , né? entendo de sutiã porque uso desde os 9 anos. tive peitos enoooooormes, e durante um tempo usava até pra dormir porque me dava uma dor insuportável nas costas. aliás, tem isso, sutiã errado ainda dá dor nas costas. 
e aqui vale outra dica: cuide bem dos seus seios. além de usar o sutiã certo pra manter eles firmes, sem amassar ou forçar pra baixo, faça exercícios, plástica, coloque silicone (sem exagero por favor, peitão siliconado enorme também é feio, não é de mulher gostosa, é de brega pirigueti e de atriz pornô). porque a dura realidade é que se a bunda tá caída, uma boa calça ajuda a levantar, se tem barriga, um vestido na medida certa ajuda a disfarçar. sempre tem um truque aqui e outro ali, né não? mas peito caído não tem o que conserte.
sei que mesmo que a mulher tenha celulite, estrias, esteja acima do peso, homem só acha que ela é gostosa. umas mais, outras menos. mas o que é unanimidade entre todos - e todas - é que peito caído não dá. é broxante e enfeia qualquer corpo.
e muito além da estética, cuidar da saúde nunca é demais. faça o autoexame pra prevenção de câncer. sutiã apertado é fator de risco sim. faça mamografia. fiz minha primeira ano passado, aos 40 anos. fui meio apavorada, me disseram que ia ser uma dor horrorosa. que nada. nem amassou muito, não doeu nada. já tô com a próxima marcada e nem tô preocupada, é rápido e não dói. nem o mamilo dói. aliás, mamilos são polêmicos. minha dica é que não coloque piercing neles , isso também só fica bom pra atriz pornô. cuide para que apareçam apenas na hora certa e tome sol sem biquini. topless liberta e fortalece os bicos (pra quem vai amamentar é uma boa). ops, nem todas as mulheres tem mamilo, quem faz cirurgia para retirada de mama após um câncer não tem. meu amigo rogélio, o tatuador responsável por todas as minhas lindas tatuagens, começou um trabalho bem bacana. ele refaz o peito de quem teve que tirar por causa do câncer. pinta auréola, o mamilo (uma coisa meio em 3d) fica legal. e ele tá aberto a atender mulheres pobres que não podem pagar. ele faz de graça (se alguém se interessar eu repasso o telefone dele). porque nós mulheres perdemos muito a autoconfiança quando temos problema nos peitos, né? lembro que uma vez eu li algo assim: não importa que sejam grandes ou pequenos o que importa é que sejam. ah essas nossas tetas. nossos polêmicos mamilos. sim, eles são polêmicos e nos dão um prazer enorme!!! (alô dica pros homens, hein? a mulherada adoooora quando a coisa é bem feita!!!) 
mamilos são polêmicos
falando em peito, não pude deixar de pensar na carolina dieckman e o golpe publicitário que ela tá dando. vcs viram as fotos? puta mulher magrela. como se diz por ai, é um "saco de ossos". sim, há quem goste, há quem goste. as fotos que vi ela estava bem feiinha. duas ou três se salvam. e não, não é dor de cotovelo. e como assim não sabia que as fotos estavam no computador que foram para o conserto???? que conversa mais mal contada é essa? só quer ser a linda scarlett johansson. mas tá há léguas de distância.
enfim, cada seio com seu problema, né? e pra que não sejam muitos, os problemas, vai por mim, preste atenção no sutiã. e é isso. agora vou ali tirar o meu sutiãzinho querido porque a esta hora ele já tá me apertando. liberdade para os mamilos!!!! sempre!

quarta-feira, 9 de maio de 2012

bafômetro pra computador

bafômetro pra computador já! eu acho que esses meninos criativos que desenvolvem programas e apps pra celular e computadores deveriam inventar algum bafômetro pra pc e pra telefone...toda vez que fico meio bêbada acabo fazendo alguma merda...no celular saio mandando mensagem pra tooooodo mundo. de madrugada, á noite, a qualquer hora (dependendo do grau de embriaguez)...agora dei pra ir pro facebook postar música e falar merda na madrugada...olha o perigo!!! sou muito palavrenta, xingo muito, morro de medo de num surto etílico xingar quem não devo, falar o que seria políticamente e absurdamente incorreto para o grande público...e no tempo do orkut? tinha aquela maldita ferramenta que mostrava por onde vc tinha ido, quem vc tinha visitado...e eu acabava visitando quem não deveria visitar...(é a maior queimação de filme visitar a ex-namorada do marido, por exemplo, ou visitar um filho da puta que vc quer que morra... )...sei de história de gente que visitou o excomungado do ex-namorado...e ficou lá, o registro da visita....porraaaaaaannnnnn ...tá bêbado? não visita ninguém! tá embriagado? não manda mensagem....exagerou no copo? não posta nada no face!!! vc corre o risco de se arrepender depois... já recebi telefonema tipo 3h da madrugada de amiga claramente descontrolada pelo álcool...ainda bem que ligou pra mim, já pensou ligar pro mala que deu um pé na bunda dela??? também acho que poderia tem uma ferramenta no facebook tipo quarentena de mensagem...ou como aqui, que vc faz o texto e tem a opção de deixar ele descansar, fica guardado como rascunho e te dá a oportunidade de rever, repensar, editar e até mesmo deletar...tinha que ter...tipo: escrevi uma mensagem xingando muito...deveria ter a opção de "quer deixar essa mensagem na quarentena?" siiiimmmmm. ai no outro dia, mesmo de ressaca, vc tem a oportunidade de rever e deletar a maldita...pelo menos os posts a gente consegue deletar ...quando lembra...enquanto nada disso  acontece, a solução vai ser deixar computador e celular desligados...e pedir perdão para eventuais merdas que apareçam...ou então chutar o balde e ligar o foda-se, né? não devo nada pra ninguém mesmo...  

terça-feira, 8 de maio de 2012

a filha do mal...ou o despertar das trevas


lá vou eu falar de mais um filme de terror...vi ontem the devil inside me ...sempre que me pedem dicas de filme eu tenho um repertório gigante...principalmente de filme de terror, trash, slasher ou não...não que se resuma a isso, mas são os meus preferidos...é, eu sou assim...então vamos lá, atenção.............spoilers.......o tal the devil inside me é um filme de exorcismo e ganhou no brasil o "brilhante" nome de a filha do mal ...como sempre, quem dá nome aos filmes brasileiros é de uma criatividade ímpar: ou conta quase o filme todo numa tradução pra lá de livre (tipo you again - traduzido para juntos pelo acaso...conta ou não o filme todo? quem vai ficar com mary? hummm será que é uma mulher disputada por vários homens???) ou os gênios colocam um subtítulo, já notou? (táxi driver - motorista de táxi; arthur - um milionário sedutor; cristhine - o carro assassino; milk - a voz da liberdade...) fora quando os filmes ganham traduções horrorosas como por exemplo: a malvada (all about eve - que eu amooooooo) ; apertem os cintos que o piloto sumiu (airplane); curtindo a vida adoidado - quando o orginal é ferris bueller´s day off...*nota mental importante: fazer um outro post só sobre essas licenças poéticas de quem faz título brasileiro...no caso aqui, eu vi o filme a filha do mal com legenda em português de portugal o que levou o filme a ganhar o título de o despertar das trevas...pense!!! por lá eles também são criativos, não? em resumo o filme é assim:maria rossi matou três religiosos que tentaram fazer um exorcismo, foi internada e nunca mais viu a filha...isabella aos 20 e poucos anos vai atrás da mãe e presencia uma possessão...acha que a mãe tá com o diabo no corpo e ganha ajuda de dois padres...e não vou contar o final....posso dizer que é bastante previsível...a tal filha é uma atriz brasileira, fernanda andrade, ela nasceu em são josé dos campos e foi pros eua aos 11 anos...já participou até de episódios do c.s.i...se deu bem porque recebeu críticas bastante favoráveis a atuação que fez...em uma entrevista ela contou que a cena do reencontro dela com a mãe foi filmada em um hospital de animais abandonados e que isso deixou tudo muito esquisito ...e que o diretor fez questão de deixar ela longe da atriz que fez o papel de mãe (suzan crowley) e elas só se conheceram durante a cena mesmo...o filme custou só um milhão de dólares...e repete a fórmula batida de fazer um documentário falso, aquele velho truque de câmera se mexendo, com ares de amador (já encheu o saco, foi divertido na bruxa de blair, mas depois se fez tanto que esgotou - quem não viu cloverfield, o último exorcismo, rec, atividade paranormal?é o chamado mockumentary, que pra mim já deu.) enfim, achei a filha do mal arrastado, perdeu um tempo danado no blá blá blá dos padres chatos pra caralho, sem surpresas e sem originalidade...tem duas ou três cenas bacanas do contorcionismo diabólico (já visto rapidamente em outros filmes como em o exorcismo de emily rose, ou no já citado o último exorcismo)...claro que tem umas ceninhas de sustos...filme de exorcismo sem susto não vale...uma das cenas que mais esperei foi a da capa - onde aparece uma freira com os olhos brancos- mas que decepção! foi apenas uma ceninha de passagem no filme, sem importância alguma...mas de qualquer maneira, pra fãs do gênero, vale assistir...como eu disse tem lá uma ou duas ceninhas de susto sim...e qualquer filme do tipo visto depois da meia-noite vira um filmão...né? eu que tenho medo do escuro posso garantir isso...fica ai a dica.
a capa assustadora...

segunda-feira, 7 de maio de 2012

odeio segunda-feira!!!

criação de jim davis, que nem odiava a 2ª tanto assim
eu sou meio garfield, sabe? odeio segunda-feira e amo lasanha...também sou meio filho da puta (igual ao sarcástico gato)...mas o fato é que na segunda-feira eu tô sempre de mau humor, ou melhor , meu humor está muito pior que nos outros dias...mesmo que a segunda caia numa quarta-feira, por exemplo...(sim, porque quando tem feriado e a volta ao trabalho cai na quarta, ela automaticamente se transforma em segunda e eu automaticamente ODEIO...)...o bom é saber que não tô sozinha...andei lendo por ai que tem muita gente sofrendo da chamada síndrome da segunda-feira...no uol li que uma pesquisa do portal monster  registrou que a insônia inferniza as noites de domingo da maioria dos trabalhadores do mundo todo...a tal musiquinha do fantástico realmente já me deixa de mau humor...o estudo diz que 51% dos americanos custam a pegar no sono de domingo para segunda...entre os britânicos, o número vai a 53%!!! outra pesquisa interessantíssima (que li no site jasabia) é que na segunda mais de 50% dos funcionários chegam atrasados ao trabalho...e a segunda-feira é o dia mais comum para alguém cometer suicídio (de novo na inglaterra, ô povo que não tem o que fazer...uma pesquisa  descobriu que dos suicídios masculinos, 16% ocorreram na segunda-feira, e também 17% dos suicídios do sexo feminino, em comparação a 13% nos demais dias da semana)...ainda por lá outra pesquisa indicou um aumento de 20% em ataques cardíacos nas segundas-feiras ao contrário dos outros dias da semana...acredito nas pesquisas...é que realmente dá um desânimo, um sono, uma preguiça...eu não sei se é porque no fim de semana a gente se solta, perde horários, o metabolismo está "em paz", e de repente vc tem que pegar no tranco...não sei...eu adoro meu trabalho, mesmo....mas na segunda até procurar vaga no estacionamento me dá uma tristeza ...mas vamos lá...o mundo não é feito só de segundas-feiras, né? e desculpem ai, isso foi só um desabafo...amanhã já é terça e a vida segue...vamos em frente!!! e vou ali tomar dois litros de café pra ver se a segunda sai de mim...ah o nome do vídeo abaixo é indo trabalhar na segunda-feira, tirei do youtube, e é isto ai mesmo. fato. fui!




domingo, 6 de maio de 2012

walking dead:novidades

david morrissey encarna "o governador" no walking dead
elenco
andaram me perguntando se tenho notícias sobre walking dead, a tão esperada 3ª temporada...pelo que andei lendo por ai eles voltam em outubro...em contagem regressiva ainda faltam 175 dias....em entrevistas com produtores da série eles já avisaram que vão colocar personagens dos quadrinhos na nova temporada (coisas que apareceram nos livros também, como o governador e a prisão woodbury)...aliás, o segundo livro da série só em agosto !!! não vejo a hora disso começar!!!! ah, quem vai fazer o papel do governador vai ser o ator britânico david morrissey...ele tem 47 anos, e já fez vários filmes conhecidos por aqui... como a colheita do mal (lembram, com a hilary swank?meio de suspense, terror, ela investiga umas pragas bíblicas que apareceram numa cidadezinha...), a outra (the other boleyn girl, conta a história das irmãs bolena), fez também instinto selvagem 2...enfim, vamos ver , eu tô que não me aguento. ah e pelas notícias parece que vai ter uma 4ª temporada também. ai fechou!

sábado, 5 de maio de 2012

intruders

o novo filme do clive owen já estreiou  no brasil? não sei dar essa informação...só sei que eu vi e gostei. atenção, spoilers...o filme é o intruders...achei uma mistura de darkness fall (que ganhou por aqui o ridículo nome de fada do dente) - aquele que as crianças que perdiam o dente e colocavam embaixo do travesseiro não podiam abrir o olho se não encontravam a fada e morriam - com hide and seek por aqui o amigo oculto (aquele com o robert de niro e a dakota fanning, a menina tem um amigo imaginário, e descobre-se que não é tão imaginário assim, nem tão amigo quanto parece...não vou contar o fim, por motivos óbvios...)..enfim, tem criança que não dorme direito, tem guarda-roupa escuro, tem um toque de imaginação infantil x realidade de não tenha medo do escuro (don´t be afraid of the dark ) - aquele que o casal muda pra uma mansão e a filha vai mexer num porão abandonado e solta umas criaturas do mal...outro dia até falei das mansões mal assombradas do diretor guillermo del toro...pois é ele que assina o roteiro e a produção do não tenha medo do escuro (com a katie holmes - senhora cruise - e guy pearce)...na verdade não tenha medo é um remake (MAIS UM) de uma versão feita pra tv em 1973, com mesmo nome...muito bem refeito, aliás, e aproveito pra  deixar aqui , mais uma vez, minha declaração de amor a ele: guillermo, te amo (como diz eu te amo em mexicano? é que nem em espanhol mesmo? ) ...enfim, intruders não é o melhor filme do ano, nem é o que dá mais susto, mas é honesto. mostra aquela dúvida de se tem alguém louco ou se é mesmo um monstro (ou fantasma, ou demônio, ou e.t., ou serial killer) que está à solta...repete (de maneira repaginada) uma das cenas em que quase me caguei de medo.....lembram do poltergeist? aquela maldita hora em que o menino conta até cinco, ou não sei até quanto, e a porra da árvore quebra a janela? poizé ! o guri no intruders também conta pro monstro sumir, e o susto é quase o mesmo...pode assistir, é bem feitinho, bem estruturado, tem sustinhos bons e efeitos legais...boa noite (ou não...) 

meus 15 anos, frio e festival de bizarrices. ah, e dicas de como usar botas

botas de cano altíssimo: para poucas...
mal chegou um friozinho em brasília e o povo já começa a tirar os casacos e as mantas da naftalina...os meteorologistas dizem que essa semana - em 2 de maio- fez o dia mais frio do ano de 2012 por aqui...até agora...vem mais por ai, com certeza...o frio ainda não chegou com tudo! e sempre que falo de frio em brasília lembro do meu aniversário...é em junho (todo ano, que coisa, né?)  e em todas as minhas festas de aniversário faz frio...que eu me lembre...desde o primeiro festão...o de 15 anos...naquela época não existia o esquemão que tem hoje...hoje é uma indústria da festa...mil anos atrás não era assim...até que foi chique, numa mansão alugada no lago sul, uma das três que existiam na cidade...é que durante minha vida no interior ser a debutante do ano era meeeega importante...depois que sai da província e vim pra cidade grande isso perdeu qualquer traço de requinte e relevância...mas,  continuava importante pra minha mãe e fiz a tal festchinha, na tal mansão...e bombou.  foi uma das mais supimpas daqueles anos...mas a coisa era meio de improviso ...eram salgadinhos em cima da mesa, os docinhos estavam numa mesona grande junto com o bolo, e tinha uns enfeites em uns pratos de papelão mesmo (sabe o estilo torre? tipo um pratão, outro médio e um pequeno, um em cima do outro? uma piramide? poizé...)...teve valsa, amigas dançando (15 casais), e a pixxxxta pegou fogo...e sim, um frio do caralho...de cortar a alma do camarada...claro que tudo acabou cedo demais, primeiro porque não se usava ficar bebendo até de madrugada, segundo porque os convidados dependiam de carona dos pais, depois porque não tinha todo aquele aparato que tem hoje onde a aniversariante apresenta filme, clip, dança, trapezistas, ator famoso e o escambau...a festa foi feita com o que havia de mais chique, mas muito simples....o vestido foi todo bordado à mão...tinha detalhes em azul, aliás a festa toda era em detalhes azuis (- mas minha filha mocinhas gostam de rosa...- ah mãe, quer que eu faça tudo em preto? - não, não, tá óóótimo o azul...)...eu tinha cortado meus cabelos há pouquíssimo tempo, e quando falo "eu tinha cortado" quero dizer que eu mesma na frente do espelho cortei meio metro de cabelo...depois o santo do meu pai arrumou a cagada...e a exigência era de que de um lado fosse raspado e do outro tivesse uma franja gigante...aproveitei para pintar de preto! gente, eram os anos 80, heloooooouuuuu....enfim, a festa foi um sucesso, mas com um frio do caralho...foi todo mundo embora cedo...com os anos os aniversários se repetiram e o frio também...só que de um tempo pra cá tenho sentido que o frio de junho já não é tão rigoroso assim...maio então, tá fácil....e esse tal friozinho de maio , chegou...para noooossa alegria, né? o fato é que já tô vendo gente de casaco nas ruas...hoje mesmo vi dois cachecóis (sim, acreditem), e duas botas...e é sobre as botas que quero dar um toque....minha gente, começou o festival de horrores!!! bora lá: a primeira bota que vi foi em uma baixinha...e ela fez o favor de usar uma daquelas de cano médio...e uma saia...vamos deixar claro: bota de cano médio não combina com baixinha, nem com gordinha. dá um corte na silhueta...você fica ainda mais baixa e ainda mais gorda...é baixinha? usa cano alto, um ankle boot (cuidado, deixa a perna grossa!) ou uma galocha...cano médio corta a perna e a pessoa já é baixa...pense!!!! a outra que eu vi e me causou arrepio foi uma mulher (até então estava de costas), magra, com um vestido beeeem levinho, curtíssimo, desse tipo brejeira, com florzinha e babadinho e uma bota marrom de cano alto, pesadíssima...pra piorar, a moça se virou e era ...uma tia...gente, nada contra a pessoa se vestir como se sente melhor, mas vamos combinar que vestido de babadinho com bota numa tiazona não dá , né? e não era sexy não, tipo tiazinha popozuda, era tia no lado pejorativo da palavra mesmo...queria ser a avril lavigne e era a elke maravilha...menos, né? e pior, vestido leve , aberto ou blusa de verão não combinam com bota de inverno (por mais que tentem te convencer do contrário, acredite, não é bonito.) enfim, está aberta a estação das bizarrices...o problema é que eu amo bota...tenho de todo o tipo...não sei nada de moda, só o que aprendo observando mas, enfim, posso dar umas dicas rápidas? vamos lá: baixinhas, usem cano alto, ankle boots ou galocha (sim, galocha é estilosa e não corta a perna, pq é larga e vale usar com calça, saia, short, perna nua ou com meia)....meia calça da cor da bota dá a impressão que você é mais alta (nunca use meia clara com bota escura, fica o ó). mulheres altas, usem todas:de cano alto, baixo, médio...de preferência abaixo do joelho, e ai vale com meia, com saia, com calça skinin (como escreve essa merda?)...se você for alta e magra pode usar aquela botona acima do joelho. é mega sexy, com saia fica lindo. se você nem é alta nem baixa, use o bom senso...veja se tá cortando a silhueta, se tá parecendo mais gorda...e se usar muita coisa colorida - calça, meia calça, bota, meia - cuidado pra não parecer bonequinha da disney (só fica bem em quem tem menos de 10 anos...vai por mim) ! as openboots, aquelas abertas na frente ou atrás, ficam bem pra quem não tem canela grossa...elas naturalmente chamam a atenção pro tornozelo ou pros dedinhos...e meninas, infelizmente a gente tem que lembrar da idade, né? o que fica bem numa guria de 22 anos não fica bem na tia de 40...vamos combinar? então tá. em tempo: homem de bota é um charme só....pode ser bota de motociclista, coturno, tênis de cano longo, bota de cowboy...qualquer uma...adoro! agora a dica mais importante: não siga nada do que eu disse...me mande à merda e use seu bom gosto, seu desejo e seja você mesma...as dicas são só pra ajudar, não são regras. tudo que é usado com atitude e estilo, vale. com ou sem botas. fui.